Amor Aeternus: Renaissance

Página 1 de 44 1, 2, 3 ... 22 ... 44  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Qui Dez 08, 2016 2:00 am

Quase 21 de Dezembro de 2010

Há aqueles que não fazem parte do Ciclo. Personagens que estão de fora, mas tornaram-se peças importantes para que o mundo entre nos eixos. Kisaki, Maxinne, Sophia e excepcionalmente Gilbert. Quantas vezes já assistiram aquilo acontecer? Impossível dizer... Mas dessa vez memórias não sairão da mente de Sophia. Dessa vez é hora de jogar o jogo sabendo todas as peças e com todos os truques na manga.

Flutuando a distância, enquanto a luz se misturava em um mix de cores, recriando a vida e toda a história do mundo com sua série de eventos inevitáveis estão os quatro. Eles logo estarão aptos a retornarem para aquela atmosfera, onde ninguém os conhece.

Eien parecia impaciente e encarava o vazio, pensativa.

avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Qui Dez 08, 2016 10:48 am

Ali diante do vazio que é um recomeço, Maxinne apenas tinha falhado. Não havia tristeza ou frustração, era apenas uma derrota pra ela e provavelmente uma de muitas. Tanto trabalho pra nada...ela suspirou pesadamente.

— Muita papelada...

Pessoas normais enlouqueceriam com isso, mas para outros era a primeira vez, então só era surpreendente e um pouco assustador, como para Gilbert.

— O que...

Mas o universo te faz entender essas coisas mesmo sem falar, mesmo que você não queira saber. O sentimento de falha é mútuo. Kusame não estava ali e os olhos dourados de Gil só tinham em foco...a sua Eien. Mesmo com o mundo acabando e renascendo, com tudo que viveu se tornando inexistente, ele está mais preocupado com Eien. O que vai acontecer agora?

Kisaki não tinha ninguém de novo. Ela não sentia uma falha e sim tristeza. Sussurrou o nome do namorado que tanto ama e com quem estava perfeitamente feliz agora. Era isso que o outro lado dessa moeda queria? Que tudo fosse consumido pela Kyuubi e recomeçasse? Depois da tristeza veio a raiva, mas depois a determinação. Ela iria encontrar Satoru outra vez, ela iria fazer direito dessa vez.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Qui Dez 08, 2016 7:52 pm

Eien deu um suspiro e perguntou a Gilbert.

– Quer voltar pra sua época?

No momento não existe união, não existe Kusame e muito menos amigos.

– Quando o jogo recomeçar, não vai ter lugar pra ninguém lá. Não há um lar, amigos ou lembranças. Tudo se perdeu.

Ela fitou Maxinne.

– Afinal de contas, certos detalhes ficaram nas mãos de gente que adora destruir coisas.

Ela respirou fundo, bem fundo. Está acostumada com perdas e mesmo assim continua incomodada, provavelmente por causa do noivo.

– Seremos pessoas com lembranças que nunca aconteceram. Que amam pessoas que não nos conhecem e que tem que lidar com o fato delas nunca voltarem a ser como eram conosco. Talvez não valha o esforço.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Qui Dez 08, 2016 8:34 pm

Maxinne não deixa de ser um ser humano, espécie fadada a causar destruição, mas falhou no seu trabalho e não estava afim de dar atenção a Eien. A biblioteca então apareceu ali no meio do nada, a biblioteca de Sanetoshi. Maxinne suspirou pesado.

— Essa é minha deixa. É aqui que tudo recomeça para mim.

Quando ela vai falar com Sanetoshi sobre a irmã que ainda está viva, o momento sempre muda, mas é a biblioteca que requisita a presença dela e não o oposto. Maxinne desapareceria, ela não faz parte daquilo. Gil não hesitou em responder.

— Vou ficar aqui com você.

E vai fazer Kusame e os dois serem próximos outra vez.

Kisaki ficou apenas encarando aquele recomeço, inegavelmente se sentindo muito sozinha. O que aconteceria dessa vez? De volta ao laboratório? As palavras de Eien também a atingiram bem na ferida.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Qui Dez 08, 2016 8:40 pm

Eien não esboçou reação com a decisão de Gilbert. Ela fitou Kisaki e disse:

– E você? Vai ficar comigo? Talvez seja melhor esperar o seu Satoru madurar um pouco antes de colher. E não precisa repetir os mesmos erros, você pode escolher agora.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Qui Dez 08, 2016 9:41 pm

Kisaki nem fazia ideia que ficar com Eien era uma opção, ela pretendia se virar completamente sozinha, mas pareceu mais inteligente ficar no mesmo lugar que ela pelo menos.

— Sim, vou ficar com você.

Ela disse com um levissimo sorriso. Satoru...será que seus destinos ainda se cruzão se ela não se perder por Saiki? Kisaki não sabe muito bem como funcionam as linhas do destino, mas havia tomado uma decisão. Gil sim sorriu para ela, pensando que é muito jovem para passar por essas coisas, mas é um mundo louco esse em que viveme é preciso ter a força de espírito necessária para as provações que surgem constantemente.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Qui Dez 08, 2016 9:55 pm

– O castelo de areia que tinhamos antes foi dissolvido na maré... Não vou dizer o que cada um deve fazer. As escolhas são infinitas, mas lembre-se que vão ter que construir o castelo todo de novo, de preferencia um pouco mais longe do mar.

21 de Dezembro de 2010


A vida nova é uma incógnita. Eien segurou a mão de Kisaki e Gilbert e pediu que fechassem os olhos. Quando reabrissem, estariam sobre um prédio de 30 andares em um centro comercial. Pessoas logo abaixo pareciam formigas e a vida estava correndo. Estava frio, era inverno e havia chances da neve cair logo logo.

– Vou arranjar um lugar para nos instalarmos.

Ela jogou um casaco grosso de pele nos ombros de Kisaki. Era preto, e tinha o perfume de Eien.

– Podem tirar um tempo para fazer reconhecimento de campo... e observar como as pessoas estão nesse momento. Não posso encontrar com a Mitsuki. Ela só vai me conhecer na central. Nada a declarar sobre os outros.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Qui Dez 08, 2016 10:59 pm

Kisaki respirou fundo e fechou os olhos, Gilbert também. Ele ficou imaginando como é um Kusame mais novo e sem sofrimentos...e sem Eien também.

Quando Kisaki abriu os olhos estava diferente, mas pelo jeito era só ela. Um corpo menor e um pouco menos interessante. Ela ficou um pouco zonza quando Eien jogou o casaco nos seus ombros e saiu, pois, memórias de uma vida diferente lhe vieram a cabeça. Sem pais, orfanato, vivendo de lugar em lugar, pais adotivos mortos e uma série de outras coisas. Seu nariz sangrou um pouquinho e Gilbert a amparou com os braços reforçando o casaco a sua volta.


— Tudo bem, Kisaki-chan?

Kisaki sentiu todas as coisas que viveu também. Seus cabelos são longos e sedosos e ela não passou a vida confinada em uma salinha. Logo ela conseguiria respirar fundo e enfim respondeu Gilbert.

— Sim, tudo bem.

Será mesmo que está tudo bem? Gil imagina que não, mas de repente ela parece tão indefesa e delicada, nem se passa pela cabeça de Gil do que Kisaki é capaz.

As pessoas estão em clima de natal, andando pra lá e pra cá comprando presentes e tudo parece ótimo. Os dois ficariam observando o novo cenário um pouco.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Qui Dez 08, 2016 11:05 pm

Takehiko estava lá, com seus 19 anos e seu carro esportivo andando pelas ruas em busca de uma certa pessoa, ouvindo Kasumi, uma garota jovem que insiste em chamá-lo de senpai. Ela estava responsável por lhe informar quem deveria encontrar.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Qui Dez 08, 2016 11:26 pm

Mitsuki estava numa cafeteria próxima ao parque onde vai ocorrer o show no início da noite. É o seu comeback depois de um bom tempo afastada e ela ainda não se habituou muito bem a estar apenas por aí na rua, mas está com Corticarte e outros seguranças discretos do lado de fora e ali dentro, então está tentando apenas relaxar um pouco. Apesar de tudo, está feliz de ter conseguido se recuperar da perda de Takanari, mas sequer lembrar do seu nome ainda machuca, então é bem melhor se concentrar em tomar o chocolate quente que tanto gosta enquanto come um doce e conversa com Corticarte. Claro que está um pouquinho disfarçada, com uma touca, os cabelos em duas tranças bem longas e loiras e um óculos apenas pelo estilo. Está usando um vestido mais longo e da estação e adora aquela roupa, com um casaco por cima e outro mais grosso pendurado no encosto da cadeira.

Kisaki não queria deixar Gilbert no frio, então sugeriu que eles fossem passear pelo lugar um pouquinho, se possível. Eien pode encontrá-los em qualquer lugar.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Sex Dez 09, 2016 12:35 am

Takehiko encontrou um lugar para estacionar e saiu nas ruas. Um casaco de couro preto, jeans grafite, óculos escuros, cabelos bem penteados, sapatos impecáveis e bem engrachados e um ar de mistério. Respirou fundo e deixou o ar frio entrar em seus pulmões.

- Estou aqui, vou até a cafeteria. Qual o nome dela mesmo?
- Otomiya Mitsuki! Como não consegue se lembrar, senpai?!
- Hm... certo.

Ele seguiu para a cafeteria e atraia olhares femininos para si. Ele não era sexy, ele tinha uma placa de mistério pairando sobre sua cabeça que o tornava atrativo, claro... Também era bonito. Ele entrou na cafeteria e olhou em volta por um momento, para então seguir e sentar-se no balcão. Pediu um café.

Corticarte estava ali, se enchendo de paesinhos e chá. Estava tudo delicioso.

avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Sex Dez 09, 2016 1:02 am

*Mitsuki é uma celebridade, mas nunca foi vítima de atentados graves, então tem dois seguranças fora do café e um dentro. Uma mulher de presença bem forte e longos cabelos platinados, que não faz questão de esconder que é segurança de Mitsuki. Ela não precisou de muito para imaginar o que é o rapaz que acabou de entrar, mas Yan não poderia sair com ela dali agora as pressas. O que será que ele quer? Ela iria "deixar rolar".

Mitsuki deu uma olhada para Takehiko, mas não estava muito atraída no momento. Bonito sim, bastante, bem seu tipo e bem vestido também, mas pode ser só um mimadinho rico, então ela voltou para seu chocolate quente.*

- Co-chan, depois do show podemos comprar presentes! Umas roupas, uns casacos novos! E vamos jantar algo bem gostoso em casa, ta?

*Mitsuki agora é feliz e bem diferente do que se conhecia antes. Ela também não tem ideia do que está por vir, mas é otimista sobre muita coisa.*
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Sex Dez 09, 2016 8:39 pm

Corticarte não ligava tanto assim pra essas coisas, principalmente já tendo o suficiente, mas o jantar é boa ideia.

– Em casa? Vai pedir comida?
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Sex Dez 09, 2016 8:46 pm

Mitsuki fez cara de quem se sentiu terrivelmente ofendida, mas não era sério mesmo. Ou talvez um pouquinho sério.

— Corti! Eu tenho cara de quem vive comendo coisa pronta? Vou cozinhar pra nós, é claro! Mas...podemos levar um bolo daqui, que tal?
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Sex Dez 09, 2016 9:31 pm

– Tem.

Afinal ela perguntou.

– Você pretende sair de um show e então ir pra casa cozinhar?

Corticarte arqueou a sobrancelha.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Sex Dez 09, 2016 9:52 pm

— Eu só vou cantar duas músicas, é um mini evento de natal da gravadora afinal, depois tenho um meet and greet com alguns fãs que ganharam alguma promoção...não vejo motivos pra não cozinhar e comemorar meu retorno aos palcos, Corti!

Ela fez bico.

— Não quer? Minha comida é ruim, é isso? Você prefere pronta?!

Era o fim do mundo para Mitsuki, que tanto adora cozinhar.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Sex Dez 09, 2016 10:11 pm

– Você tá fazendo muito drama... Eu falei porque essas coisas são cansativas. Massssss, se você quer tanto dar sua vida no fogão, não será esse espirito que te impedirá.

E mostrou a lingua pra ela.

Takehiko permanecia ouvindo, tomando seu café quente. Não era como se não tivesse notado Yan. Nesse mundo é notar e ser notado. Você não pode ver sem ser visto, não quando estamos falando de exorcistas e seu outro sentido.

avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Sex Dez 09, 2016 10:57 pm

Mitsuki se levantou um pouquinho da cadeira para apertar as buchechas de Corti. Ela é tão adorável! Até quando é pentelha.

— Ta tudo beem Corti, se eu ficar muito cansada, peço pra Tanaka-san fazer o jantar~~~
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Sex Dez 09, 2016 11:01 pm

Mitsuki se levantou um pouquinho da cadeira para apertar as buchechas de Corti. Ela é tão adorável! Até quando é pentelha.

— Ta tudo beem Corti, se eu ficar muito cansada, peço pra Tanaka-san fazer o jantar~~~
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Sex Dez 09, 2016 11:13 pm

Corticarte afastou as mãos de Mitsuki de si. Odiava aquilo.

– A gente já pode ir? Tõ cheia.

Embora fosse levar uns bolinhos consigo.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Sex Dez 09, 2016 11:21 pm

Mitsuki sentou e terminou o chocolate quente em um gole.

— Hai! Vou pagar, espera aí.

Ela iria até o balcão então, um pouco próxima de Takehiko na verdade. Yan não tirou os olhos dos dois, mas foi se aproximando de Corticarte, sinalizou para ela olhar também esperando que fosse entender a mensagem.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Sex Dez 09, 2016 11:23 pm

Corticarte ficou olhando para a cara de Yan, não muito contente por ter se aproximado de seu território.

– O quê?!

Corticarte é ciumenta, é algo já conhecido dela.

Takehiko foi beber bons goles de sua xicara quente de café forte e preto.

avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Sex Dez 09, 2016 11:29 pm

Yan fez cara de paisagem e encarou o nada por um tempo. Corticarte deveria ser mais esperta, não é?

Mitsuki foi super simpática enquanto pagava e deu umas olhadinhas para Takehiko. É bonito mesmo, mas tinha algo mais, que ela não conseguia dar muita atenção, mas a fazia olhar de novo e de novo de canto. Quando pagou, Corti poderia levar pãezinhos para casa e Yan as acompanharia até o local do show, onde agora faria maquiagem e colocaria o figurino.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Sex Dez 09, 2016 11:44 pm

Takehiko não tinha que fazer nada de mais a Mitsuki. Só precisava avaliar o grau de periculosidade que ela representava. Ele a deixou sair, não perderia seu rastro de qualquer maneira. Quando terminou o café, depois de Yan, Corti, Mitsuki e seguranças partirem, ele se retirou da cafeteria comunicando que por ora nada suspeito.

Das coisas que Eien perdeu, o talento para ser linda, estonteante e incrivelmente atraente não estava na lista. Ela veio caminhando nas ruas em direção a onde estavam Kisaki e Gilbert enquanto deixava pessoas de todos os genêros babando na rua. Lhes entregaria chaves, uma para cada um, informando o endereço do apartamento, bem como entregaria a Gilbert sua identidade e documentos recem providenciados e outros para Kisaki. Ambos legítimos, não era possível provar o contrário. Ela deixou com Gilbert um Cartão de Crédito sem limites para fazer compras e abastecer o apartamento, bem como comprar roupas e coisas que precise e assim, retirou-se de novo, para cuidar de seus próprios assuntos. Não comentou nada a respeito.

Quando fossem ao apartamento veriam que estava mobiliado e bem decorado. Tudo isso em pouco tempo.


Eterno inverno:

Apartamento:
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Sab Dez 10, 2016 12:17 am

Gil não teve tempo de dizer muita coisa.

— Take care, my life.

Cartão, chaves...agora Kisaki só queria uma coisa e puxou o braço de Gilbert, com uma expressão super fofa.

— To com fome...!

Gilbert que não teve tanta convivência com crianças quanto gostaria, foi pego pela gracinha que é Kisaki daquele tamanho, com um baita cabelão e ainda por cima uma franja.

— Claro! Vamos comer, mas vamos comprar umas roupas primeiro, ta?

Ela inflou as buchechas e prostetou. Ordenou que ele não demorasse.

Enquanto eles escolhem algumas roupas mais quentes e comem algo, Mitsuki se prepara para o seu show e Yan tenta relaxar um pouco. Cuidar de Mitsuki não é fácil, apesar de ser meio recente e não poder revelar várias coisas a ela ainda, é uma garota que dá trabalho.

Enquanto todos estão ocupados, outro par de olhos azuis bem observadores e cabelos prateados longos vigiam a loira e o espírito a uma distância segura.

Na hora da sua vez no show, ela está adorável com uma maquiagem muito bonita e marcante, com roupas nem tão quentes para dançar e conquistar muitos fãs novos também. Kisaki e Gilbert já encontrariam seu caminho para casa, mas para Kisaki apesar de ser tudo ótimo, ela não consegue deixar de querer Satoru. Onde ele estaria, o que ele fez nessa época? Ela poderia ver, mas não conseguia se concentrar ainda nessa época. Seu radar está bagunçado. Gil deixaria ela se sentir a vontade por um tempo, mas detesta ver uma garota triste.

A primeira música fez muito sucesso, foi super animada e sexy com dancinha e interação com os fãs. Mitsuki tem uma voz única e poderosa, que emana energias tanto positivas quanto negativas dependendo da canção e do que está no seu coração. Muitos dizem que ela é capaz de hipnotizar as pessoas com aquela voz e não é de todo mentira. Ás vezes ela pensou no estranho do café já que doía menos do que quando Takanari vinha a sua memória, mas cantou e dançou dando o seu melhor e muito animada, se despediria dos fãs e iria para o camarim, onde poderia relaxar um pouquinho antes do breve meet and greet.

Pelo centro da cidade em telões e telinhas é possível vê-la na performance também.


Música 1: https://www.youtube.com/watch?v=eVMGyjxW18Y
Música 2: https://www.youtube.com/watch?v=UH5ZwAuuuIY
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 44 1, 2, 3 ... 22 ... 44  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum