Amor Aeternus: Renaissance

Página 6 de 44 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 25 ... 44  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Ter Dez 13, 2016 4:36 pm

Hmm… Ele devia dar mais saquê pra ela, mas corre o risco de começar a falar besteira.

- Ah não, agora me diga, por que alvo?

O vento de alguma maneira bateu no rosto de Kusame arranhando-o com impurezas e grãos de areia.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5167
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Ter Dez 13, 2016 5:17 pm

Como é esperado, Kusame xingou o vento e tudo mais também e voltou para dentro.

Mitsuki sabia que aquilo parecia estranho, mas não conseguia dizer não. Não quer falar sobre aquilo pra ninguém, especialmente o cara com quem está saindo.


— Não gosto de falar nisso, vamos falar de você...

Ela provavelmente precisaria de mais saquê pra dizer o que é, mas incluiria muita besteira no caminho, mas agora ela só está pensando na história de Takanari, que não quer falar.

— Quase nunca falamos de você...
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5199
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Ter Dez 13, 2016 5:22 pm

- Porque não há nada para falar sobre mim.

Absolutamente nada.

- Sou um cara com uma vida comum e só. Nada interessante.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5167
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Ter Dez 13, 2016 5:40 pm

— Ah, não é justo...você obviamente não é comum. Já se olhou no espelho?

Ela riu, se sentindo leve.

— É uma história triste...por favor.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5199
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Ter Dez 13, 2016 5:44 pm

- Só porque eu me arrumo não quer dizer que não seja comum.

Ele se defendeu aos risos. O saquê não lhe influenciou a nada, parece que nem tomou.

- Hmmm... Eu poderia animar você.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5167
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Ter Dez 13, 2016 5:56 pm

Ela o encarou, simplesmente fascinada pela beleza dele de novo. Muito melhor que pensar em histórias tristes. A risada dele é...uma gracinha!

—Ah...é?

Ela tem expressões lindas, um sorriso que com certeza pega os caras mais fracos, mas não Takehiko, isso é verdade. Tudo nele é um mistério e super atraente. Ela tem que lutar muito contra a vontade de se perder nele.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5199
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Ter Dez 13, 2016 6:22 pm

- Uhum, posso te mostrar se quiser.

Ele pagou a conta e deixou um bom extra, como sempre, porque adora comer ali.

- Se não quiser, posso só te levar... Pra sua casa.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5167
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Ter Dez 13, 2016 6:32 pm

De novo ela não se importaria em dividir e ajudar na gorjeta, mas já que é assim, agradeceu pela ótima refeição e disse que voltaria ali com certeza. Ela pegou a bolsa e se levantou.

— Quem disse que não? Ehehe, eu quero~♥
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5199
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Ter Dez 13, 2016 6:45 pm

Ele entrou no carro depois de abrir a porta para ela. Era quase automático ser assim tão educado. Depois disso ele seguiu com ela no carro por uma hora mais ou menos e a levou até a entrada de um parque. Estava fechado, era verdade, mas ele pediu para que esperasse no carro e depois de quinze minutos, foi até ela para que descesse. E Ela encontraria um local enorme e iluminado de maneira esplendorosa.

Nabana no Sato:











Ninguém pode dizer que ele é de todo um cara mal. Ele a levou em um lugar bem especial que naquele momento estava aberto apenas para eles. O tunel das luzes cor de rosa era especialmente para casais.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5167
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Ter Dez 13, 2016 6:54 pm

Mitsuki começou a ficar um pouquinho apreensiva. O que ele pretendia? Ela nem conseguia imaginar que iria acabar descendo do carro pra ver um parque de luzes. Seus olhos se preencheram com as cores e ela ficou mesmo mais animada.

— Mas...quem diabos é você?

Foi o que disse abobada olhando o cenário.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5199
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Ter Dez 13, 2016 7:01 pm

Ele riu um pouco.

- Não gostou? Eu sempre achei isso aqui incrível... Sempre me anima.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5167
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Ter Dez 13, 2016 7:14 pm

Ela sorriu, é realmente lindo.

— Gostei sim, é muito bonito...mas...

Ela ficou um pouco sem jeito.


— Porque tudo isso? Nem nos conhecemos, estamos saindo pela segunda vez. É...um pouco exagerado. Não temos sentimentos um pelo outro...ou é assim que são os seus encontros?
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5199
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Ter Dez 13, 2016 7:16 pm

- Eu disse que poderia te animar. O que pensou que eu fosse fazer...?

Ele começou a caminhar.

- Eu pensei em te mostrar algo bonito e é isso que estou fazendo.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5167
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Ter Dez 13, 2016 7:27 pm

Mitsuki deu de ombros, queria tirar uma foto, mas o celular não ia captar tão bem assim. Melhor guardar na sua memória. Realmente é bonito, ela não se cansava de andar e olhar as cores, mas respondeu Takehiko.

— Bom, eu achei que você fosse me beijar.

Certamente ela ainda espera que ele faça isso.

— Você costuma vir aqui então?
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5199
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Ter Dez 13, 2016 7:35 pm

- De vez em quando.

Estava frio por isso não ia fazê-la ficar por ali muito tempo.

- Sou acionista no parque, está sempre muito cheio de turistas.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5167
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Ter Dez 13, 2016 7:51 pm

— Eu gosto de parques! Nunca tinha estado em um assim a noite, sem ninguém.

Ela disse começando a sentir mesmo o frio. Seu casaco pesado ficou no restaurante porque era dificil enfiar ele pela janelinha. Ela foi para perto de Takehiko então.

— Eu nunca tinha vindo num parque assim, todo de luzes. Ouvi falar, mas não tinha tempo...

É um pouquinho estranho que ele faça essas coisas só porque pode, mas ela já estava achando mais agradável.

— Obrigada...você está sendo legal comigo. Ultimamente as pessoas só são rígidas...tirando a Co-chan, todos tem cuidado com o que falam, ou me cobram demais quando podem...gosto de passar um tempo com você.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5199
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Ter Dez 13, 2016 8:02 pm

- Eu posso te dizer coisas, exatamente porque não nos conhecemos. Eu não tenho um filtro pré estabelecido porque conheço você profundamente. As pessoas que são rigidas com você é porque gostam de você e querem o melhor pra você... Sabe disso né?

Ele tirou o casaco e estendeu para ela.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5167
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Ter Dez 13, 2016 8:32 pm

Ela aceitou o casaco de bom grado.

— Nem todas. Tem algumas pessoas que...me veem como um objeto e querem me usar pra conseguir algo.


Como alguns demonios que só veem benefício nela por terem uma chance de voltar para casa.

— A...chefe da segurança, a Yan. Ela parece gostar de mim, mas também me trata como se um sopro pudesse me fazer mal. Eu não gosto disso...sempre me dizendo pra ter cuidado, que eu não posso confiar em ninguém, que eu não tenho tempo pra isso e aquilo...que eu não posso ficar sozinha.


Não pode nem olhar para uma lua cheia, se acabar se machucando e sangrar, precisa de barreiras, de ajuda. Pode treinar, mas não pode entrar em combate de verdade. É a princesa, e todos que fazem parte da tal resistência a Enju a tratam como um objeto precioso que só precisa ficar viva para que eles consigam tudo o que querem, não importa como seja a sua vida.

— Eu não quero ter medo das...pessoas.

Exorcistas, precisamente.

— Eu não sou...


Uma presa.

— Eu não...

Ela respirou fundo e olhou para as luzes.

— Eu daria tudo pra ser comum. A única coisa que eu queria fazer é cantar até não conseguir mais e tocar as pessoas...e de repente tudo mudou...e eu odeio isso. Odeio como minha vida é agora, odeio viver com medo!
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5199
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Ter Dez 13, 2016 8:46 pm

Takehiko ouviu cuidadosamente suas palavras e não queria adicionar nada idiota a isso.

- Só posso imaginar isso. Mas é plaúsivel sua segurança ser assim se as pessoas querem te fazer mal.

Já estava de bom tamanho o passeio, estava frio afinal.

- Hora de voltar.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5167
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Ter Dez 13, 2016 8:49 pm

— Ah, ok.

Talvez ela tenha sido inconveniente, foi um impulso, mas obedeceu e voltaria para o carro. Está bem melhor dentro dele afinal. Devolveria o casaco também.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5199
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Ter Dez 13, 2016 9:00 pm

- Espero que o passeio sirva para lhe dar bons sonhos.

Ele riu de leve e era hora de dirigir de volta. Mais uma hora dirigindo de volta, mas estava satisfeito. Parou o carro na área onde havia deixado ela no dia anterior e lhe deu um bom beijo de despedida. Ja era bem tarde afinal.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5167
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Ter Dez 13, 2016 9:30 pm

Eventualmente Yan e Corti poderiam sair dali e ir para casa e Yan não gostou nada de saber que Mitsuki ainda não tinha chego.

Mitsuki curtiu a viagem de volta e o beijo também.


— Bom, eu...quero agradecer, foi muito legal hoje.

Apesar de ter sido um pouquinho estranho sim.

— Amanhã é natal, mas...eu acho que nos vemos por aí qualquer dia desses, hehe~ vou estar na TV amanhã a noite, espero que eu vá bem!

Ela tratou de descer do carro, para topar com Yan na esquina segurando o seu casaco. De um sorriso pra uma cara apreensiva.

— É...boa noite, Takehiko.

Ela iria até Yan, que apenas estendeu o casaco, encarou aquele carro e a segurou nos dois ombros a levando para casa e com certeza não estava perguntando se ela queria um chá. Estava repreendendo Mitsuki, que apenas escutava. E foi pior quando chegou em casa de fato, demorou mais uma hora até ela poder ir pra cama. Nem tentou falar com Corti dessa vez.

24 de Dezembro - Sexta - É possível ter mais neve? É sim!


Apesar da neve, as estradas estão funcionando ok sendo limpas e a manhã vem impiedosa. Mitsuki acordou atrasada, correu atrasada, chegou mais atrasada na escola e em todo o resto dos compromissos, mas estava na hora para o show. Depois de um dia todo assim, ela estava feliz por conseguir cantar, mas seria melhor se Yan não fizesse até a corrida ser recheada de seguranças correndo com ela. Ainda por cima tinha determinado que ela não poderia mais ver o tal Takehiko e nem sair por aí sozinha e nem sair só com Corti!

Mas agora na hora do show, nada disso importa. Ela pode subir no palco e cantar. Seus irmãos estão na platéia assistindo, suas amigas e amigos do colégio também. Em casa e nas ruas muita gente pode ver em telões. Depois de vários cantores, Full Moon iria encerrar o programa quando fosse quase meia noite.

Kisaki teve certeza de ir para a sala ver isso na TV e avisou Gil e Eien (se ela estivesse ligando para isso) sobre o programa. É diferente da outra vez segundo suas informações.

As 23:30, ela foi ao palco após ser anunciada pelos apresentadores. Está linda e com pensamentos positivos e de fato, sonhou com aquelas luzes e aquele cara tão lindo. Foi bom não sonhar com Takanari dessa vez.


Every Heart: https://www.youtube.com/watch?v=XO73QvyAs4Y
Tradução: http://www.animelyrics.com/jpop/boa/everyheartjp.htm

Merikuri: https://www.youtube.com/watch?v=QwqiBgaeyBE
Tradução: http://www.kiwi-musume.com/lyrics/boa/bestofsoul/merikuri.htm

Mas enquanto ela agradecia ao fim da última música, um feixe de luz brilhante apareceu do nada e deixou apenas o palco vazio. O mesmo feixe também levou Corticarte. Os fãs acharam que foi um efeito especial. No palco só ficou um colar de meia lua que ela costumava usar para dar sorte. Como aquilo obviamente não era parte do programa, ele foi encerrado as pressas. Yan foi a primeira a começar a procurar por Mitsuki por todo o estúdio e aos poucos, as pessoas iam vendo notícias de que ninguém achava a cantora em lugar nenhum.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5199
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Ter Dez 13, 2016 10:42 pm

Foi estranho quando Takehiko descobriu que Mitsuki havia desaparecido. Ela foi abduzida? Seria coisa de demônios? Ele não sabia. Mas então ela havia desaparecido e ele não tinha obtido mais nada de importante dela. Com o tempo ele deixou o assunto de lado, já que tinha outras obrigações, até que esqueceu.

Eien não teve muitos momentos onde ela se interessou realmente por alguma coisa até que iniciou um ano de "travessuras". Ela chamou Gilbert para observar alguns desses momentos, só para rir junto do que ela fazia para atrapalhar a vida de Kusame. Colou ele em uma cadeira com super cola, sumiu com os tênis dele, lhe fez errar a maior parte das cestas de basquete, o fez cair, fez "chover" apenas nele de repente, alguns dos seus trabalhos também pegaram fogo ou foram levados pelo vento. Tomar banho as vezes era um desafio já que a água insistia em desviar do seu corpo e a vida não foi nada fácil. Mas Eien deu meio sorrisos algumas vezes,.

Com o passar do tempo Takehiko adquiriu uma pequena equipe para lhe auxiliar, embora fizesse a maior parte das coisas sozinho ainda.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5167
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Ter Dez 13, 2016 11:03 pm

Yan não desistiu e procurou em todos os lugares. Muitos demonios e meio demonios que vivem no plano dos humanos ajudaram a sua maneira, mas Yan certamente foi a mais preocupada. Ela tentou falar com quem está no comando do departamento assim como falou com Mephisto, que cuida dos exorcistas do Vaticano. E quando ninguém do mundo sobrenatural tinha respostas e videntes se recusavam a lhe ajudar, até mesmo um garoto botânico do campo foi consultado, mas ele só disse que as plantas falavam que ela iria voltar ao lugar onde pertence. Não era suficiente, então Yan acabou se envolvendo em diversas investidas a Enju, o que gerou perdas e combates sangrentos, mas Yan nunca desistiu, mesmo um ano depois, no aniversário de seu desaparecimento, ela ainda sentou na sala daquela casa e olhou para a paisagem de inverno outra vez, frustrada.

A polícia tentou também, mas não tiveram frutos. Ela fugiu, foi sequestrada, não se sabe. Dois detetives depois de muita recusa até consultaram uma dita vidente colegial de cabelos rosas que estuda discretamente na academia onde Mitsuki estudava, mas não obtiveram respostas claras. Os detetives também ficaram frustrados.

A família de Mitsuki ficou arrasa e sem respostas, apenas morrendo de saudade, mas o mundo seguiu em frente.

Enquanto isso, apesar da tristeza dos irmãos, Gil ria as custas de Kusame mesmo. O relacionamento com Komaki ficou muito estranho com o sumiço de Mitsuki e as constantes brigas por conta do azar sobrenatural de Kusame e eles nem se falavam muito. Kusame tentou de tudo, fez oferendas a muitos deuses, rezou muito, se benzeu de todo jeito e até consultou a vidente da escola, que lhe respondeu "você vai encontrar a sua resposta em olhos violetas...se for capaz".


25 de Dezembro de 2011 - Sábado - Muita neve...de novo.


Hoje, dia 24 de 2011, a TV mostrava um especial da curta carreira da cantora desaparecida. Desde o inicio, a pausa por conta do homícidio do noivo até hoje sem solução e até o show fatídico, sem cortes.

E foi as 23:50, em um parque meio deserto e certamente suspeito em Kyoto, que dois feixes de luz apareceram por breves segundos. Eram Mitsuki e Corticarte, mas estar de volta não era simples. As duas vestiam as mesmas roupas de quando saíram daquele mundo, mas a gravidade,  a noção de tempo e até o ar são diferentes na central e Mitsuki não resistiu, já muito cansada da última missão. Ela desmaiou na neve.


Última edição por Lízi em Qua Dez 14, 2016 8:24 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5199
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Ter Dez 13, 2016 11:45 pm

Pra varia Eien havia começado a carreira mais cedo este ano, logo que Mitsuki desapareceu. Era conhecida por alternar seus momentos e deram apelidos ao seu lado mais ousado e dark, Alter Eien era como chamavam, principalmente depois de seu nome ser associado a um certo game devido a dublagem. E hoje era dia de Alter, com um novo clipe. Por sinal ela era muito bonita com seus olhos violetas e de vez em quando gostava de se fantasiar.

https://youtu.be/eUMwFaXTM3s

Corticarte pegou Mitsuki e foi voando para onde a casa costumava ser. Entraria pela janela e a colocaria Mitsuki em sua cama. Para então se sentar e tentar relaxar um pouco. Que ano...
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5167
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 44 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 25 ... 44  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum