Amor Aeternus: Renaissance

Página 3 de 44 Anterior  1, 2, 3, 4 ... 23 ... 44  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Sab Dez 10, 2016 11:49 pm

— Então ta, tenho que ir agora...Takehiko! Meu nome é Mitsuki~ Espero que a gente se divirta bastante~♥♥

E ela tem mesmo. Yan insiste em controlá-la quando está sem segurança com horários e ligações sem fim, é um saco e Mitsuki não consegue entender muito bem porque ela tem que ser tão chata assim. Ela iria caminhando para casa agora, tomando o seu café com chocolate e olhando o cartão de Takehiko, repetindo seu nome só pra terminar dando risadinhas.

As sete e meia ela estaria ali na frente da cafeteria depois que disse a Corti que iria sair com uma pessoa legal, mas que não iria voltar tarde. Para Yan ela ia dar uma volta com as garotas da escola.


A moça:


Última edição por Lízi em Dom Dez 11, 2016 12:21 am, editado 2 vez(es)
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Dom Dez 11, 2016 12:12 am

Takehiko estava esperando ela proximo a cafeteria. Estava bem arrumado, cheiroso e com seu carro favorito. Preto, impecável, brilhante e sem nenhum arranhão.

Takehiko:

Corticarte estava mal humorada e morrendo de ciúmes já que Mitsuki foi sair com um cara qualquer e a largou ali na mansão.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Dom Dez 11, 2016 12:32 am

Yan já não achava que Mitsuki ia se encontrar com amigas, ela não tem quase nenhuma afinal e se fosse Ushio, ela iria buscar Mitsuki na porta de casa, então é um homem, mas será que é mesmo o exorcista? Faz sentido se ele topar com ela e quiser tirar suas conclusões mais de perto. Pela cara de Corticarte não tinha como ter dúvidas, Yan ofereceu comida e distração e perguntou se Mitsuki falou sobre o tal cara, mas ela não tinha dito nada além de que ele é bonito, apesar do cartão dele estar em cima da cômoda no seu quarto.

Senso de moda, Mitsuki gostou disso e foi até ele se sentindo confiante e exalando um fraco perfume agradável do shampoo dos cabelos longos, dourados e sedosos, mas seus olhos estão no carro e não no cara.


— O seu carro é bem legal~

Ela foi logo jogando as especificações, modelo, ano e tudo mais que conseguia pensar sobre o modelo básico enquanto olhava, mas sem tocar! Só pelo jeito do carro da pra notar que ele gosta, então ela não sairia se esfregando nele.

— O motor é alterado? Posso ver?

Carros bons e rápidos chamam bastante atenção dela, que adora esse tipo de coisa.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Dom Dez 11, 2016 12:45 am


Então ela gosta de carros? Raro ver isso em uma garota. Ele se manteve sorridente enquanto ela falava, até que pediu para ver o motor.

- Quem sabe num próximo encontro.

Há segredos sobre esse carro que ele não gostaria de revelar. Decidiu ir abrir a porta para ela. Por dentro o carro também é impecável, limpo e tinha aquecedor.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Dom Dez 11, 2016 12:52 am

Não é incomum que donos de veículos personalizados não gostem de revelar o motor do carro assim, especialmente para desconhecidos, então ela nem ligou, mas gostou de pensar em um próximo encontro se esse fosse bem. O que a lembra...que isso é um encontro. Mitsuki não tinha saído com ninguém desde que conseguiu botar o pé pra fora do seu quarto. Aqueles tempos foram tão...terríveis, mas ela não queria pensar nisso agora. Takanari iria preferir que ela se divertisse um pouco as vezes.

Ela se sentiu melhor quando entrou no carro e gostou da cortesia dele.


— Waa~~ quentinho!

Ela esfregou uma mão na outra comemorando estar fora do frio. Não é chegada nisso. Por dentro, o carro também é impecável e ela gostou. Claro que colocou o cinto antes de se distrair.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Dom Dez 11, 2016 1:05 am

Takehiko então se sentou no banco do motorista, colocou o cinto e deu partida. Conferiu no retrovisor se poderia sair para então sair. Primeiro devagar, era o tipo que não gostava de câmbio automático. Por fim acelerou como nunca e seguiu voando pelas ruas fazendo ultrapassagens perigosas pelo caminho.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Dom Dez 11, 2016 1:14 am

Mitsuki não ia dar gritinhos e nem tentar conscientizar Takehiko sobre os perigos de se dirigir assim, muito pelo contrário, ela relaxou e curtiu a viagem. Takehiko sabe dirigir pelo jeito e também parece gostar muito. Mitsuki não pode dirigir legalmente e Yan não tem deixado ela dirigir por aí de qualquer jeito, então ela se sentiu muito bem e não ocorreu um silêncio constrangedor durante o caminho, apesar dela achar até meio triste ter que sair do carro depois, mas está contente.

— Que bom que você sabe usar um carro desses. Além de bonito, é bom na direção~

Com o que mais que ele é bom? Ela ficou curiosa, inevitável.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Dom Dez 11, 2016 1:19 am

- Sempre gostei de dirigir, faço isso sempre que posso.

Era verdade, Takehiko e carros sao coisas que super combinam. Ele a levou até um restaurante italiano, que apesar de pequeno tinha italianos dirigindo-o. Perguntou da sua reserva e foram dirigidos a uma mesa num canto mais reservado, mas livre do frio.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Dom Dez 11, 2016 1:26 am

— Adoro dirigir, sinto saudade...mas adorei o caminho até aqui!

Mitsuki não costuma ser super refinada, ela acha um saco mesmo que tenha aprendido, mas costuma ser gentil e bem humorada. É um rosto conhecido, por mais que tenha ficado fora dos holofotes um tempinho, mas ainda teria um pouco de respeito dos fãs quando a vissem nas ruas pela perda que sofreu. Ela sentou e observou o local, colocou a bolsa pequena que trouxe no colo.

— Lugar bonito! Adoro comida italiana e você?
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Dom Dez 11, 2016 1:30 am

- É, é bom. Mas prefiro as sobremesas se estamos falando de comida.

Trouxeram o cardápio para ambos e ele começou a escolher.

- O que gosta de fazer da vida?
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Dom Dez 11, 2016 1:40 am

Doces sempre são gostosos mesmo. Ela não precisou olhar muito o cardápio e já sabia o que ia pedir, uma porção de lasanha bolonhesa, é claro. Se ajeitou na cadeira e respondeu enquanto colocava os cabelos para trás das orelhas.

— Geralmente a minha minha carreira ocupa todo meu dia, mas eu também gosto de praticar esportes, jogar videogame e cozinhar. E você, faz o que além de acumular algumas multas?
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Dom Dez 11, 2016 8:30 am

- Nunca fui multado, te garanto.

E deu um sorriso misterioso.

- Cuido dos negócios da família, nasci com esse talento e não importa o que faça pra fugir, tenho que reconhecer que é esse o meu lugar, eu sou realmente bom nisso.

É claro que não específicou sobre os negócios da família.

- Também gosto de sair com garotas bonitas que sejam interessantes como você. Não pensei que fosse aceitar sair comigo. Você parece bem jovem, quantos anos tem? Vive sozinha ou ninguém nunca lhe disse pra não sair com caras estranhos? Você é muito bonita, eu poderia ser um cara mal.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Dom Dez 11, 2016 1:16 pm

Mitsuki foi pela pelo mistédio da quele sorriso, mas manteve um pouco de atenção nas palavras do misterioso Takehiko. Sentiu que não ia saber que negócios de família são esses, mas não deve ser algo humilde pelo jeito como ele se veste e especialmente pelo carro. Resolveu olhar bem nos olhos dele, já que são bem bonitos e deixou um sorriso se formar devagar nos seus lábios. Gostou de ser chamada de bonita e muito bonita também e gosta do jeito como ele sabe o que ela quer ouvir e como diz essas coisas sem vergonha alguma, ao contrário de muitos caras japoneses por aí. Ser sensual assim parece tão normal pra ele quanto respirar e Mitsuki estava se perdendo feio nisso. Seu coração começou a acelerar de interesse.

— Você chamou minha atenção, só isso.

Tão bonito assim, deve chamar atenção até de homens héteros. Ela teria certeza de perguntar isso pra algum amigo depois. Cruzou as pernas sem pressa para responder ele. Será que a idade importa? Seria meio chato se ele resolvesse terminar o encontro porque ela é uma colegial. Ela franziu a testa só um pouquinho e ouviu sua consciência dizer "não precisa dar detalhes", no entanto, ela não mentiu.

— Moro com a minha família e tenho que estar de volta as dez em ponto.

Corti e Yan são mesmo como família e sua avó é a dona da casa por mais que esteja hospitalizada.

— E se você for um cara mal...não se preocupe, eu sei me cuidar direitinho ♥

Ela abriu um sorriso maior, com confiança no que diz. Sabe mesmo se cuidar, pelo menos de caras malvados regulares. E a idade ela não achou importante dizer. Primeiros encontros fazem surgir muitas perguntas não é? Deve ser assim mesmo, Mitsuki teve alguns primeiros encontros quando mais nova, mas não tinha muito interesse no cara e ele já sabia o suficiente dela por ser uma pessoa pública, ninguém liga muito de conhecer a Mitsuki por trás da Full Moon.

— Você é diferente dos caras que costumam sair comigo. Eu sinto que se eu quiser saber demais, vou acabar com poucas respostas e o dobro de perguntas.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Dom Dez 11, 2016 3:16 pm

- Hmmm... E o que você faz da sua carreira?

Como exorcista ele sabe, embora não lembre do nome dela nem possa apontar uma música. Mas como um playboy, gênio e filantropo, ele não faria ideia de nada disso.

- Você disse que tinha uma.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Dom Dez 11, 2016 3:44 pm

— Eh?

Mitsuki realmente não acreditava que ele não saberia. Tudo bem que ela ficou um tempo fora, mas é uma das cantoras mais conhecidas da Ásia! É uma estrela, uma diva prematura! Como ele não sabe?! Ele não vê TV ou simplesmente não liga ou só está fazendo de propósito. Ela acabou rindo.

— É sério?
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Dom Dez 11, 2016 3:51 pm

Ele não riu. Até pouco tempo atrás se não fosse esse trabalho não faria ideia do que raios é Mitsuki.

- Sou uma pessoa ocupada.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Dom Dez 11, 2016 3:57 pm

Ela balançou a cabeça concordando, é plausível. Talvez ele também não goste de música pop.

— Ta...eu sou cantora de música pop. Desde os treze anos~!

Seus olhos dourados brilharam um pouquinho.

— É o trabalho dos meu sonhos!
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Dom Dez 11, 2016 4:03 pm

- E quantos anos tem agora?

Por dentro ele riu. Ele sabe quantos anos ela tem. É pouco tempo, ele não acha grande coisa.

- Você parece muito satisfeita com essa escolha, isso é bom. É bom ver pessoas que conseguem realizar os seus sonhos.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Dom Dez 11, 2016 4:13 pm

Ela o olhou e apertou os lábios.

— Quinze...

Disse sem muita vontade e seguiu sem muita vontade também.

— Uhum, viver sem seguir seus sonhos...não é viver.

Queria poder ter seguido outros sonhos e queria que outros tivessem tido a chance de seguir os seus, mas se é deus que tem um plano para todos e isso inclui acabar com a vida dessas pessoas, o que ela poderia fazer? Ela ficou um tempo olhando para outro ponto qualquer do restaurante. Certas coisas a deixam sensível, ela ficou com uma expressão chateada, desarmada.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Dom Dez 11, 2016 4:41 pm

- Eu não acho. Em algum momento não vai ser possivel seguir um sonho ou outro. Por exemplo.. Eu queria ser uma andorinha quando tinha 4 anos.

Ele só estava falando besteira para cortar o clima ruim.

- Então descobri que não posso voar, da pior maneira possivel, quando você cai e quebra um braço. Então meus sonhos tiveram que mudar. Descobrir que você não pode seguir um sonho não quer dizer que a vida acabou, só que o sonho tem que morrer e dar espaço para coisas melhores.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Dom Dez 11, 2016 4:58 pm

Ela riu um pouquinho e voltou a olhar para ele.

— É, talvez.

Mitsuki sabe que se não fossem sonhos ela nem estaria mais viva, se renderia a um destino fatal muito cedo, mas obviamente não iria falar nada sobre isso. Ela acabou chamando um garçom e pedindo um suco de maracujá batido com chantilly.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Dom Dez 11, 2016 5:48 pm

O jantar escolhido veio com o suco e é onde Takehiko provou-se uma pessoa de verdade, que come mesmo, embora mantenha toda a educação. É refinado o bastante para saber como utilizar os talheres. A massa estava divina.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Dom Dez 11, 2016 6:11 pm

Mitsuki não prestaria muita atenção nele, o importante agora é comer a sua porção de lasanha bolonhesa com vontade. Ela até quis elogiar o chef, quem dera se soubesse a receita daquela massa! Soltou alguns "hmm~" durante e até chegou a dialogar brevemente sobre como a comida é boa. A parte da comida foi bem divertida e no final ela estava satisfeita e bem tranquila de tanto tomar suco de maracujá. Para a sobremesa, ela escolheu tiramisu.
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lih em Dom Dez 11, 2016 7:01 pm

Depois que terminou de comer bem satisfeito, Takehiko pagaria a conta.Ele tem esse costume, nem pergunta as pessoas.

- Então, agora eu devo levá-la pra casa em segurança para que não acabe em problemas, certo? Apesar da minha vontade de te pedir para abusar disso, não gostaria de vê-la em problemas por minha causa, então... O que eu posso fazer é dirigir até lá e conversar com você até o ultimo minuto.
avatar
Lih
Admin

Mensagens : 5141
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://scarletrosescans.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Aeternus: Renaissance

Mensagem por Lízi em Dom Dez 11, 2016 7:14 pm

Mitsuki não se importava de dividir a conta, mas no fim ele acabou pagando sem nem perguntar, ela apenas sorriu enquanto se levantava.

— Valeria a pena ter problemas por sua causa~

Disse meio baixo e deu uma risadinha, mas seria melhor voltar na hora mesmo ou Yan começaria com o seu sermão de ter cuidado e não sair com pessoas completamente estranhas antes dela descobrir tudo que precisa e toda aquela paranóia exagerada. Mitsuki sentiu pena da filha de Yan quando for adolescente. Não que Mitsuki estivesse pensando em algo mais que quem sabe, um beijo ou outro, mas foi legal e ela queria que durasse mais.

— Então vamos aproveitar a volta, né?
avatar
Lízi
Admin

Mensagens : 5172
Data de inscrição : 30/06/2014
Idade : 26

http://aweternalinks.omeuforum.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 44 Anterior  1, 2, 3, 4 ... 23 ... 44  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum